Batalha, tanto para descobrir

Um território em que a história e a modernidade se cruzam. Pedras e lendas vivas.
Assim é a Batalha. Aguardamos por si.

Uma História única

O Concelho da Batalha oferece a quem o visita os encantos de uma paisagem única, aliado a vasto património de grande beleza, quer a nível paisagístico, quer monumental e artístico.

Percorrer este território é partir à descoberta de capítulos da história, da arte, paisagens e gentes únicas que marcam para sempre o visitante.

A Batalha foi palco de momentos históricos memoráveis, com vestígios de ocupação que compreendem desde o Paleolítico, passando pela presença romana na importante cidade de Colippo, até às decisivas lutas pela independência. De todas essas marcas, resulta uma herança cultural incontornável.

Foi a Vitória na Batalha de Aljubarrota, a 14 de Agosto de 1385, que ditou a construção do Mosteiro da Batalha, um dos monumentos mais visitados de Portugal e uma jóia do património mundial. Durante o reinado de D. Manuel I, a Batalha foi elevada a Vila, que lhe conferiu diversos benefícios.

A Desfrutar

Deixe-se encantar com o imponente Mosteiro de Santa Maria da Vitória, Património da UNESCO. Reviva a História de Portugal sob os arcos góticos do monumento que reúnem, em harmonia, os traços dos maiores génios da arquitetura e da arte da cantaria.

Contagie-se pela genuinidade e espírito afável das gentes da Batalha que lhe apresentarão o que de melhor oferece o Concelho. Delicie-se com a gastronomia típica que herda receitas repletas de sabor e de histórias de gerações. Aprecie a diversidade e a beleza das paisagens únicas com planaltos verdejantes e campos de cultivo. Explore os encantos do Maciço Calcário Estremenho e aventure-se pelas suas formações geológicas únicas.

Património

Grutas da Moeda

A apenas a 3 minutos de Fátima e a 15 minutos da Batalha, as Grutas da Moeda apresentam-se como das mais belas de todo o país.

www.grutasmoeda.com

Património

Igreja Matriz da Exaltação de Santa Cruz

Iniciada a sua construção em 1514, por iniciativa do rei D. Manuel, possui um portal majestoso, da autoria do Mestre Arquiteto Boitaca.

Património

Igreja da Nossa Senhora dos Aflitos

Templo construído no Século XV e localizada na Freguesia da Golpilheira, onde se encontram sepultados Pero Gomes da Rosa, escrivão da Chancelaria do reino e seu filho, João Afonso.

 

Nesta singular ermida podem admirar-se ainda elementos decorativos pré-renascentistas na arquivolta do arco triunfal e nos fechos da abóbada da capela-mor.

Património

Igreja Matriz do Reguengo do Fetal

Igreja centenária, cuja construção data de 1512, por ordem de D. Pedro, Bispo da Guarda. Conserva ainda alguns vestígios da sua arquitetura original, com especial das molduras de arcos de cantaria nos alçados laterais da igreja.

Património

Ponte da Boutaca

Construção que teve o seu início na segunda metade do séc. XIX, em 1862, durante o reinado de D. Luís. De traça neo-gótica, apresenta um tabuleiro retilíneo de 60 metros de extensão, assente em seis arcos quebrados, intercalados por contrafortes.

Museus

Museu da Comunidade Concelhia da Batalha

Eleito o melhor Museu Português, em 2012 e vencedor do conceituado prémio internacional Kenneth Hudson, o Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (MCCB) desvenda-nos uma interessante e paradigmática viagem com mais de 250 milhões de anos.

 

mais info em www.museubatalha.com

Museus

Museu Etnográfico da Alta-Estremadura

Localizado na Rebolaria, o Museu Etnográfico – Casa-Museu do Rancho Folclórico Rosas do Lena, reconstitui uma casa estremenha do século XIX, que apresenta um interessante núcleo formado por exposições permanentes de miniaturas etnográficas, instrumentos musicais, trajos, peças dos canteiros da Batalha, alfaias agrícolas e ferramentas de várias profissões. A marcação das visitas poderá ser feita pelos telefones 244 765 223.

Museus

Museu de Oferendas ao Soldado Desconhecido

O Museu de Oferendas ao Soldado Desconhecido, localizado no Mosteiro da Batalha, é o segundo núcleo museológico do Museu da Liga dos Combatentes. A sala com a coleção permanente das Oferendas ao Soldado Desconhecido e a sala do Capítulo com o Túmulo.

 

O horário de visitas é das 9h00 às 17h00 (Outubro a Março) e das 9h00 às 18h00 (Abril a Setembro).

Museus

Centro da Primeira Posição do Exército Português

A 500 metros do Mosteiro da Batalha, ergue-se um edifício singular. Há 600 anos, este foi o primeiro local escolhido por Nuno Álvares Pereira para travar o avanço do exército castelhano.

 

Mais info em www.fundacao-aljubarrota.pt

Pia do Urso

Pia do Urso

A apenas cinco quilómetros de Fátima, a Aldeia da Pia do Urso oferece aos visitantes uma paisagem natural verdadeiramente deslumbrante, onde o magnífico trabalho de restauro das habitações típicas não deixa ninguém indiferente. Esta é uma aldeia única, genuína, que recebe anualmente milhares de visitantes.

Pia do Urso

Nesta aldeia recuperada, está também instalado o primeiro ECOPARQUE SENSORIAL, um conceito inovador, que pretende levar até aos cidadãos portadores de deficiência, a possibilidade da apreensão do meio envolvente que os rodeia. A Aldeia foi premiada pelo Turismo de Portugal.

Região

Praias

A Estremadura é marcada por fortes contrastes. Uma região, como alguns apelidam, “entre mar e serra”, que oferece a quem nos visita uma variedade infindável de paisagens que fascinam os olhares dos visitantes.

 

O Oceano Atlântico faz-se sentir bem próximo e, com ele, algumas das praias mais conhecidas de todo o país, tais como Nazaré, Vieira, Pedrogão, São Martinho do Porto ou Peniche.

Região

Fátima

Local espiritual, considerado, justamente, o Altar do Mundo, Fátima reveste-se de assinalável importância para todos aqueles que crentes, ou não crentes, auspiciam momentos de reflexão e de proteção espiritual.

Região

Castelos

Toda a região conserva ainda vestígios e estruturas dos tempos medievais, com imponentes castelos que testemunham tempos de lutas e de batalhas. Deixe-se contagiar por este pedaço de história e visite os imponentes castelos que a região bem conserva.

Região

Maciço Calcário Estremenho

O Maciço Calcário Estremenho abrange as Serras de Aire e Candeeiros e representa a mais importante zona calcária de Portugal. O substrato calcário é o elemento fundamental da paisagem sendo possível observar diversos valores naturais, como grutas, algares, escarpas, campos de lapiaz, vales secos, polje e dolinas.

Sabores únicos que marcam os sentidos

Num território marcado por verdejantes paisagens onde se encontram solos ferteis do Vale do Lena aos típicos e caraterísticos muros de pedra calcária que definem a paisagem serrana de São Mamede, são muitos os motivos para se deixar deliciar pelos sabores e aromas únicos desta região.

Tachadéu

Sendo a criação do porco mais do que um hábito, antes uma necessidade das gentes das aldeias, as matanças constituíam-se como atividade recorrente destes lugares e que originaram a criação de alguns petiscos que são autênticas iguarias, apreciadas por muitos.

 

Neste contexto surgem as conhecidas fritadas, confecionadas em tacho de barro, a que se chama “Tachadéu”, um dos pratos típicos do Reguengo de Fetal.

Morcelas De Arroz

A Alta Estremadura é a região por excelência das morcelas de arroz, existindo aproximadamente 20 variedades distintas deste enchido e que se assume como marca ancestral das matanças do porco.

 

Na Batalha existem diferentes tipos de morcela de arroz, da qual se destaca a morcela “branca”, tradicional da localidade de Reguengo do Fetal e que na sua confeção não inclui o sangue do porco.

Cavacas de Reguengo do Fetal

Esta é uma das iguarias bastante características do Concelho da Batalha, mais especificamente da Freguesia de Reguengo do Fetal. Dizem os mais antigos que as tradicionais cavacas são originárias de Ponte de Lima e trazidas para o Reguengo através de Maria dos Ramos, originária daquela localidade minhota.

 

As cavacas do Reguengo são bastante procuradas, especialmente nos dias festivos desta aldeia do Concelho da Batalha, apresentando-se imaculadamente brancas, com um sabor e texturas originais.

Tibornadas de Bacalhau

Sendo o Bacalhau um ex-libris da cozinha nacional, não há nenhum bom restaurante que não o apresente aos seus clientes. E, porque se presta às mais variadas combinações, destacam-se as “Tibornadas” de bacalhau, numa sugestão que recorda aos tempos dos nossos avós.

 

Nos velhos tempos em que os lagares de azeite existiam em abundância nas aldeias serranas, juntavam-se em convívio os donos desses espaços e com amigos faziam petiscos com batatas no formo e adicionando o bacalhau, deixavam o azeite ser o rei desta iguaria que agradava a todos os que provavam este pitéu.

Enoturismo

Já com diversos prémios conquistado no plano nacional e no estrangeiro, os vinhos da Adega Cooperativa da Batalha assumem-se como excelentes embaixadores desta região, com solos férteis e clima temperado que influenciam qualitativamente a produção vitivinícola da região. O destaque recai para os nectares “Real Batalha” e “Baga” que se assumem como vinhos singulares constituíndo uma excelente forma de conhecer e saborear este território.

 

Mais info em: www.adegadabatalha.pt

Eventos

O Concelho da Batalha apresenta, ao longo do ano, um diversificado programa de manifestações culturais. Quem visita a Batalha beneficia de um calendário de iniciativas que inclui feiras de artesanato e de gastronomia, mostras de produtos locais, reconstituições históricas, festivais de teatro e de folclore, concertos, entre muitos outros. A estas atividades juntam-se as variadíssimas tradições religiosas e pagãs organizadas pela comunidade.

Cânticos das Janeiras

A antiga tradição das Janeiras tem sido rejuvenescida nos últimos anos graças à dinamização de grupos musicais da zona serrana de São Mamede e da Batalha, que anualmente se juntam frente ao edifício dos Paços do Concelho, cantando as “Janeiras” e anunciando um bom ano à população.

Corso de Carnaval

A irreverência e a originalidade das Associações e Escolas do Concelho são postas todos os anos à prova no corso carnavalesco que ocorre na Vila da Batalha. O desfile de carros alegóricos envolve centenas de participantes e atrai bastante público, sendo por isso um dos desfiles mais assistidos da região.

Festas da Santíssima Trindade

Estas festividades realizam-se, conforme o calendário litúrgico, oito semanas depois do Domingo de Páscoa. A celebração está associada a uma lenda que explica como foi resolvida uma praga de insectos que atacou os celeiros dos frades dominicanos. Por este motivo, ainda hoje se lançam merendeiras bentas no local do Carvalho do Outeiro, na Vila da Batalha, durante a procissão da Festa. Guardadas ao longo do ano, estas pequenas merendeiras afastam dos armários a traça e outros insetos. Os festejos constituem uma interessante manifestação religiosa, cujo responsável pelo cortejo é o “Imperador” que encabeça a procissão de ofertas com tabuleiros ricamente decorados.

Festa da Nossa Senhora do Fetal

A Senhora do Fetal comemora-se em Setembro/Outubro na aldeia de Reguengo do Fetal. Nesta localidade, a festividade da Senhora do Fetal assume particular beleza, com as procissões que transportam a imagem da Santa, da Igreja Paroquial para a Capela da Senhora do Fetal, regressando 8 dias depois. Estas procissões são também célebres pela sua invulgar iluminação através de milhares de cascas de caracol acesas que decoram o chão, as paredes e os montes daquela localidade serrana.

“Encamisada”

Círio local, na Rebolaria, realizado de dois em dois anos e constituído por desfile nocturno durante o qual os “anjos”, representados por crianças vestidas de branco, montados em burros brancos deitam as loas a Santo António. A aldeia é ricamente decorada pelos populares para receber esta celebração.

FIABA – Feira de Artesanato e Gastronomia da Batalha

A Feira de Artesanato e Gastronomia da Batalha é um evento anual organizado pelo Município que, acompanhada de animação diversa, promove a gastronomia e o artesanato tradicionais. No certame fomenta-se o trabalho ao vivo de artesãos, assim como a confeção de pratos típicos de todo o concelho, uma vez que a gastronomia é confecionada, exclusivamente, por associações.

Mercado do Século XIX

A Vila da Batalha acolhe todos os anos, num dos últimos Domingos de Setembro na Praça Mouzinho de Albuquerque, a reconstituição do Mercado do Século XIX, iniciativa que conta com a presença de cerca de 300 figurantes oriundos de vários agrupamentos folclóricos do Concelho e da região. Dos produtos que aqui se podem encontrar destacam-se o pão cozido em forno de lenha, vinho do pipo, animais vivos, frutas e hortaliças e enchidos típicos desta região.

Festas da Batalha

Em Agosto, as Festas da Batalha animam a Vila e o concelho assinalando-se a 14 de agosto o feriado municipal, em comemoração da vitória dos portugueses na Batalha de Aljubarrota. Nesta festividade marcam presença os grandes nomes da música portuguesa em concertos memoráveis. Este evento reúne também centenas de emigrantes naturais do Concelho no Encontro Anual de Emigrantes e a realização de uma mostra de atividades económicas.

Feira do Livro e do Jogo

A Praça Mouzinho de Albuquerque, no coração da Vila da Batalha, acolhe anualmente a Feira do Livro e do Jogo. O evento conta com uma forte aposta nas componentes da animação apresentando diversos espetáculos de teatro de rua. Na Feira do Livro pode encontrar uma grande variedade de publicações das mais diversas áreas nas editoras representadas nos espaços disponíveis, entre os quais se encontram os livros mais vendidos da literatura nacional e estrangeira.

A Fazer

Um território ancestral, com múltiplas paisagens, que oferece a quem nos visita diversas atividades de contacto e fruição da Natureza, desde os percursos pedestres, à Escalada, à Espeleologia até ao BTT de lazer.

Rota da Vila Heróica

Ergue-se na Batalha um dos principais símbolos da História de Portugal, o Mosteiro de Santa Maria da Vitória. É este monumento, classificado como uma das Sete Maravilhas, que imortaliza a passagem de grandes heróis. E estes ofereceram à vila a sua identidade: “Vila Heróica”. Nesta Rota, convidamo-lo (la) a conhecer mais em pormenor os encantos da Vila da Batalha e o seu principal património edificado.


Rota da Fé

Num Concelho com largos Séculos de história, vários são os acontecimentos que permanecem na memória colectiva desta comunidade. Na Rota da Fé, são destacados estes monumentos que merecem ser visitados pelo seu valor artístico e, sobretudo, pelo significado devocional que representam para a comunidade.


Rota do Carso

A Batalha integra-se no Maciço Calcário Estremenho, abrangido pelo Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC). O calcário é um elemento fundamental da paisagem, sendo possível observar diversos valores naturais, como grutas, algares, escarpas, campos de lapiás, entre outros elementos. Entre rochas, flora e fauna do mais variado leque que caracterizam o Maciço Calcário Estremenho, estamos perante o maior testemunho ibérico da história da geologia. Esta rota convida à descoberta de riquezas geológicas diversificadas, nas freguesias de Reguengo do Fetal e São Mamede.


Escalada

O Concelho da Batalha apresenta excelentes condição para a prática de Escalada e de outros desportos de natureza, atendendo à diversidade das paisagens e aos relevos acentuados. Na Reguengo do Fetal encontramos um dos melhores locais do país para a prática desta atividade de aventura, que disponibiliza mais de 100 vias catalogadas com diversos graus de dificuldade. As diferenças altimétricas significativas, que oscilam entre os 70 e os 500 metros de altitude, fazem deste um local de eleição para os praticantes, iniciados ou mais experientes.

Pedestrianismo

Andar a pé é uma excelente e saudável forma de conhecer uma região. No concelho da Batalha, pode desfrutar de quatro percursos pedestres que lhe permitirão descobrir a beleza natural da paisagem, aliando-a ao Património, à História e à Cultura. Do vale à serra, os pés dos amantes desta modalidade desportiva, são levados por itinerários que permitem a observação de diversas espécies de animais e de plantas, algumas delas únicas em todo o país.

Percurso PR1 - Mata do Cerejal

O Percurso Pedestre “Mata do Cerejal” tem início junto às Capelas de São Mateus e Nossa Senhora do “Ó”, classificadas como imóveis de interesse religioso percorrendo, de seguida, os principais locais de interesse do lugar de Alcanadas. A parte inicial do percurso desenvolve-se em plena Mata do Cerejal, zona natural bastante rica (inserida na Rede Natura 2000), quer em espécies animais como vegetais.

 

Características do percurso
Partida e Chegada: Junto à Capela de São Mateus
Coordenadas geográficas:  39º 38’ 04,725’’  -08º 47’ 59,864’’
Extensão: 9,5 Km
Duração aproximada: 3h00m
Tipo de piso: Predominantemente caminhos rurais e carreteiros
Grau de dificuldade: Médio


PDF do Percurso

Percurso PR2 - Buraco Roto

O Percurso Pedestre “Buraco Roto” inicia-se no Largo da Palmeira, o centro da Freguesia de Reguengo do Fetal, prosseguindo em direcção ao Buraco Roto – gruta necrópole de uma beleza e enquadramento paisagístico deslumbrante e que nos meses mais chuvosos, debita grandes quantidades de água, criando uma cascata.

 

Características do percurso
Partida e Chegada: Largo da Fonte
Coordenadas geográficas:  39º 38’ 21,179’’   -08º 45’ 49, 687’’
Extensão: 6 Km
Duração aproximada: 2h30m
Tipo de piso: Predominantemente por caminhos rurais, carreteiros e calçada
Grau de dificuldade: Médio.


PDF do PercursoGoogle Earth

Percurso PR3 - Rota dos Moinhos

O Percurso Pedestre “Rota dos Moinhos”, inicia-se junto à Escola Básica dos Crespos, próximo da entrada Norte do EcoParque Sensorial da Pia do Urso. É um percurso que permite o contacto com a Natureza, podendo ser observadas inúmeras espécies animais e vegetais. A par da fauna e da flora, e tal como o nome indica, o percurso é marcado pela existência de vários moinhos, alguns deles ainda em funcionamento.

 

Características do percurso
Partida e Chegada: Junto à Escola Básica dos Crespos
Coordenadas geográficas:  39º 36’ 12,355’’  -08º 42’ 05,158’’
Extensão: 6,7 Km
Duração aproximada: 3h00m
Tipo de piso: Predominantemente por caminhos rurais e carreteiros
Grau de dificuldade: Médio


PDF do PercursoGoogle Earth

Percurso PR4 - Caminho de Ferro Mineiro do Lena

Construído nos anos 20 para escoar o carvão da pequena bacia carbonífera da Batalha (Mata e Barrojeiras), o Ramal do Lena ligava, na primeira fase, a Linha do Oeste, na Martingança, à histórica Vila, com término no Pinhal Manso, no local que passou a ser designado por Estação Velha, entre a Vila Facaia e a Jardoeira. Das minas, o carvão era transportado até à estação batalhense, em carroças e em caminhões que davam os primeiros passos na época, o que não podia ser ainda a solução definitiva para o escoamento do carvão feito de forma rápida e tanto quanto possível rendível.

 

Características do percurso
Partida e Chegada: Ponte da Boitaca ou Minas das Barrojeiras
Coordenadas geográficas:  39º39’26’’;-08º49’54’’ ou 39º22’14’’;-08º48’15’’
Extensão: 6 Km
Duração aproximada: 1h45m
Tipo de piso: De pequena rota, por caminhos rurais e asfalto
Grau de dificuldade: Baixo


PDF do PercursoGoogle Earth
Descobrir Batalha

Centro de BTT da Batalha

Considerado pela Revista EVASÕES uma das melhores 100 ideias de Turismo em Portugal, o Centro de BTT da Batalha – Pia do Urso é constituído por um edifício dotado de balneários, instalações sanitárias, área informativa e espaço destinado a lavagens e a pequenas reparações de bicicletas. Poderá desfrutar gratuitamente de uma rede de trilhos cicláveis e devidamente sinalizados, com mais de 300 Km, divididos em quatro níveis de dificuldade que percorrem os Concelhos da Batalha, Porto de Mós e Leiria.

 

Foi o primeiro Centro de BTT do país homologado pela UVP/Federação Portuguesa de Ciclismo.

 

Este equipamento contou com o apoio do PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural / ADAE (Medida 3, Acção 3.2.1.) e da União Europeia.


Percurso 1

Percurso em forma de raqueta, com início e fim comuns e parte central circular, com passagem em São Mamede, onde se pode também iniciar na prática de BTT. Desenvolve-se essencialmente por caminhos rurais atravessando zonas agrícolas, olival, eucaliptal e pinhal.


Track GPSPDF do PercursoGoogle Earth

Percurso 2

Percurso circular que percorre caminhos rurais e trilhos de floresta com alguma pedra calcária. Interesse paisagístico e patrimonial associado às aldeias e zonas naturais no planalto de São Mamede.


Track GPS

Percurso 3

Percurso circular por caminhos rurais, trilhos e single tracks florestais, apresentando muita pedra calcária no piso. Interesse paisagístico e patrimonial associado às aldeias e zonas naturais do planalto de São Mamede, alto da Maúnça e Reguengo do Fetal.


Track GPSPDF do Percurso

Percurso 4

Percurso em forma de 8, podendo ser iniciado na Vila da Batalha. Percurso exigente mas espetacular. Aconselha-se boa preparação e/ou fazer em dias com muitas horas de luz. Percorre todo o concelho com vários tipos de trilhos incluindo secções técnicas e com declives fortes.


Track GPSPDF do PercursoGoogle Earth

Percurso 5

Percurso circular coincidente com a seção sul do P4, com muita pedra, single tracks e caminhos rurais e florestais. Interesse paisagístico sobre o polje de Mira-Minde e Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.


Track GPSPDF do PercursoGoogle Earth

Percurso 6

Percurso circular pensado para poder ser iniciado na Vila da Batalha mas também pode ser feito a partir da Pia do Urso, percorrendo a parte central da rede de percursos e alguns pontos emblemáticos como a Maúnça e Reguengo do Fetal, por caminhos com alguma pedra não sendo muito técnicos.


Track GPSPDF do Percurso

Percurso 7

Percurso curto circular com partida/chegada à Vila da Batalha, fácil por pinhais e eucaliptais em praticamente toda a extensão apenas subindo um nível devido ao setor conhecido por «Amazónia» de single track técnico, de curta duração.


Track GPSPDF do PercursoGoogle Earth

Auto Caravanismo

Percorrer o Concelho da Batalha numa autocaravana é descobrir um território mágico e ancestral, com património diversificado e único. Neste território dispõe de duas áreas de serviço devidamente equipadas, com utilização gratuita, que garantem a todos aqueles que nos visitam, excelentes condições para a manutenção do veículo bem como da pernoita dos seus passageiros, em segurança, localizadas na Vila da Batalha, na zona Desportiva e na Freguesia de São Mamede, no Largo da Feira.


Onde Comer

Município da Batalha

Rua Infante D. Fernando

2440-118 Batalha

Tel: 244 769 110

Fax: 244 769 111

geral@cm-batalha.pt
www.cm-batalha.pt

Bombeiros Voluntários da Batalha

Rua dos Bombeiros Voluntários da Batalha

2440-117 Batalha

Tel: 244 768 500 / 244 765 411

Secção de São Mamede

Tel: 244 704 234

GNR - Guarda Nacional Republicana

Rua Luís da Silva Mouzinho de Albuquerque

2440-109 Batalha

Tel.: 244 769 120

Posto de Informação Turística

Praça Mouzinho de Albuquerque

2440-109 Batalha

Tel: 244 765 180

Biblioteca Municipal

Rua Infante D. Fernando

2440-118 Batalha

Tel. 244 769 871

www.biblioteca.cm-batalha.pt

Auditório Municipal

Rua Infante D. Fernando

2440-118 Batalha

Tel: 244 769 870

Transportes

Agência da Rodoviária do Tejo

Largo da Misericórdia

2440-058 Batalha

www.rodotejo.pt

Paragem de autocarros

Largo 14 de Agosto de 1385

Vila da Batalha

Táxis

Praça Mouzinho de Albuquerque

2440-109 Batalha

Tel: 244 765 410

Centro de Exposições

Exposalão

Largo da Misericórdia

Apartado 39

2441-951 Batalha

Tel: 244 769 480

www.exposalao.pt

MCCB

Largo Goa, Damão e Diu, n.° 4

2440-901 Batalha

Tel: 244 769 878

www.museubatalha.com

Mosteiro da Batalha

Largo Infante D. Henrique

2440-109 Batalha

Tel: 244 765 497

www.mosteirobatalha.pt